Menu Principal > Testemunhos



Após sua cura impossível, em Medjugorje, jovem inglês é ordenado sacerdote.
Postado em 30/08/2017, às 13:52:53
 
O jovem foi curado pelo poder da oração e intercessão em Medjugorje, ordenou um sacerdote

Esta história verdadeira mostra a importância da oração, porque é através da oração que nos conectamos com Deus, encontramo-nos com Ele, temos uma conversa com Deus. Nossa Senhora nos disse isso, em Sua mensagem do dia 25 de agosto de 2017. Antes de ler a história de Colm, leia a mensagem de Nossa Senhora:
 
"Queridos filhos! Hoje, convido-os a serem pessoas de oração. Rezem até que a oração se transforme em alegria para vocês e um encontro com o Altíssimo. Ele transformará seus corações, e vocês se tornarão pessoas de amor e de paz. Não se esqueçam, filhinhos, de que Satanás é forte e deseja afastá-los da oração. Vocês não se esqueçam de que a oração é a chave secreta do encontro com Deus. Por isso, estou com vocês para conduzi-los. Não desistam da oração. Obrigada por terem atendido ao Meu chamado."
 
Em 1998, Colm Cahill, de 7 anos de idade, foi hospitalizado, depois que ele e seu pai sofreram um grave acidente de carro. Ele começou a desenvolver convulsões e, em primeiro lugar, os médicos achavam que era um choque pós-traumático, porém começaram a ser mais frequentes e, aos nove anos, as convulsões eram tão violentas que Colm perdia a consciência, durante elas. O coquetel de cerca de 30 comprimidos por dia também teve efeitos colaterais. A vida era uma miséria para Colm. Aos 13 anos, ele teve que fazer mais testes, para medir o nível de sua deterioração. Os resultados provaram que o nível de atividade elétrica das convulsões estava fazendo danos incalculáveis . Os médicos disseram à sua família que sua expectativa de vida seria de cerca de um ou dois anos.
 
Nessa altura, Colm estava perdendo toda a sua confiança em Deus e questionando por que Ele permitiria que isso acontecesse, e se haveria mesmo um Deus. Ele havia perdido a esperança.
 
Em maio de 2004, o Pe. Peter Glas, que havia ministrado os Sacramentos a Colm e o visitou no hospital muitas vezes, estava retornando ao seu Presbitério e, ao invés de virar à esquerda, para ir para sua casa, entrou à direita e encontrou-se do lado de fora da casa de Colm. Ele decidiu entrar e contar-lhe sobre sua próxima peregrinação a Medjugorje. Colm estava entre convulsões, de modo que o Pe. Peter perguntou se eles podiam ir ao jardim, para conversar. Colm concordou, embora perplexo, pois não sabia o que o Pe. Peter iria dizer. O padre contou-lhe sobre um lugar chamado Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina, onde a Mãe de Deus aparece diariamente. Ele disse a Colm que pretendia ir lá para rezar por sua cura completa. Pediu a Colm para prometer-lhe que ele também rezaria, quando lhe telefonasse para orar. Colm pensou momentaneamente, e por desespero, concordou.
 
Como prometido, o Pe. Peter enviou a Colm uma mensagem de Medjugorje, para dizer que ele estaria presente em uma aparição de Nossa Senhora ao Ivan, naquela noite, na colina das aparições, às 22h, e que seria às 9h, local onde Colm morava, em Jersey. “Vá para o jardim e encontre algum lugar para rezar” -- a mensagem foi lida. Pe. Peter manteve uma foto de Colm e disse a Nossa Senhora: “Rezei por esse menino, o resto depende de você”. Enquanto isso, na Ilha de Jersey, Colm organizou algumas velas e um Crucifixo em uma mesa: o Crucifixo no centro e três velas, de cada lado. Ele tinha um Rosário e um livro, para explicar como rezar. Colm se ajoelhou em seu altar e rezou o primeiro mistério do Terço, pela primeira vez, em toda sua vida.
 
Estava ventando e muito barulho do trânsito, na estrada principal, mas, às 21h, tudo se acalmou: não havia trânsito nem vento, pois era a hora de aparição – Nossa Senhora estava vindo na Terra. Naquele momento, Colm, das profundezas de seu coração, gritou: “Ajude-me!” 
Uma a uma das velas, da esquerda para a direita, que ele acendeu, apagaram-se, e algo aconteceu: uma presença de paz esmagadora envolveu seu ser e a dor nos músculos e as constantes dores de cabeça de suas convulsões cessaram. Nesse instante, ele estava completamente curado, embora não soubesse.
 
No dia seguinte, recebeu uma mensagem de texto do Pe. Pedro dizendo que Nossa Senhora disse que havia rezado por todos os doentes presentes e pelas intenções para os doentes dos presentes. O padre Peter desconhecia a extensão da cura e continuou a rezar por ele. Ele teve sua foto abençoada por Frei. Jozo Zovko e levou-a para cada Santa Missa e Adoração; e, finalmente, ele deixou a foto no lugar onde Frei Slavko Barbarić morreu, no Monte Krizevac.
 
Os dias livres das convulsões e todas as complicações, transformaram-se em meses e os meses se transformaram em anos. Colm foi a Medjugorje, no ano seguinte à sua cura, para dar Glória a Deus e à Mãe Santíssima. No aniversário de sua cura, 21 de maio de 2005, o Pe. Peter Glas celebrou a Santa Missa, em Medjugorje, em ação de graças. E Colm estava presente.
 
 
Colm já curado, com o padre Glas, em Medjugorje.
 
Colm foi ordenado sacerdote no dia 3 de junho de 2017, em Nova Orleans.
 
 
 
 

Artigo Visto: 857 - Impresso: 10 - Enviado: 0

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.medjugorjeurgente.com.br