Menu Principal > Testemunhos



Tumor cerebral inoperável desaparece, em Medjugorje!
Postado em 20/12/2018, às 13:31:42
 
Peregrino milagrosamente curado na Santa Missa, em Medjugorje.

Colleen Willard está casada faz 35 anos e é mãe de três filhos crescidos. Ela veio até Medjugorje, recentemente, em outra peregrinação, com seu marido John, e tivemos a oportunidade de falar com ela. Contou-nos tudo sobre a sua cura, desde que foi diagnosticada com um tumor cerebral inoperável, antes de sua chegada em Medjugorje. Colleen afirma que a sua cura começou após a sua visita a Medjugorje, em 2003, e o seu testemunho foi traduzido para muitas outras línguas, e publicado em mais de 92 países.

Collen nos disse que costumava trabalhar como professora. Em 2001,começou a sofrer muito de dores nas costas, e estava sempre incapaz de se levantar da cama. Fez a sua primeira cirurgia e se recuperou em 6 meses. Não se sentia bem totalmente e ainda sofria fortes dores. Após um grande número de exames, descobriram que Colleen tinha um tumor cerebral.

Toda a sua família ficou em estado de choque. Acharam que não era possível que estivessem passando por tudo isto. Colleen disse: “Meu marido e eu decidimos consultar outros médicos, mas as suas opiniões eram que o tumor era tão grande que não existia maneira de realizar uma cirurgia.” Colleen foi de hospital em hospital e os médicos diziam a mesma coisa, em todo lugar. Eles terminaram em um hospital do Minessota e Colleen foi diagnosticada com algumas outras doenças. Já estando exausta, decidiu-se em ir até Medjugorje, com o seu marido.

Eles não sabiam o que esperar mas, ao chegarem, sentiram imediatamente a presença de Deus. O milagre aconteceu na igreja de São Tiago, durante a Santa Missa. Collen foi capaz de sentir que algo estava acontecendo: a dor tinha desaparecido. Disse a seu marido que não sentia mais nenhuma dor e pediu-lhe para levantá-la de sua cadeira de rodas. Após a sua chegada nos Estados Unidos, ela foi ver os médicos e disse a eles o que tinha acontecido. Seu marido disse: “Não existe coincidência. Nós todos somos peregrinos aqui, todos nós estamos vindo para a escola de Nossa Senhora com nossas dores, com nossas cruzes, nossos problemas. Nós nunca poderíamos sonhar que poderíamos encarar tudo isto. Em 4 de setembro de 2004, minha esposa e eu subimos a colina das aparições, pela primeira vez. Collen estava curada e foi capaz de subi-la, sem qualquer dificuldade.”

 
 

Artigo Visto: 219 - Impresso: 0 - Enviado: 0

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.medjugorjeurgente.com.br