Menu Principal > Testemunhos



Após 44 anos de oração, esposa presencia conversão do marido, em Medjugorje!
Postado em 22/01/2019, às 20:50:21
 
Este lindo testemunho, cujo protagonista principal se chama srº Rubens Elias de Castro, foi-me relatado, em meados de outubro/2018, por sua esposa, Maria de Lourdes de Castro, hoje com 90 anos de idade, completados dia 15/09/18.

Frequentadora assídua de grupo de oração da Renovação Carismática Católica e fervorosa em suas orações, na Confissão, à Santa Missa e na devoção a Nossa Senhora, rezou, por 44 anos e 4 meses, conforme me enfatizou, pela conversão do seu esposo, que era espírita praticante e membro dessa Federação, no estado de Pernambuco, até o dia em que foi tocado pela graça de Deus.

Sempre que se confessava e pedia orientações aos sacerdotes, contava a história de seu marido e dizia que esperava pela sua conversão. Recebia, como resposta, que as suas orações não deixariam de ser ouvidas por Deus. E, às vezes, mesmo quando batia a desesperança, continuava firme, pois os sacerdotes lhe diziam que, ainda que ele viesse a falecer, Deus a escutaria.

Seu sétimo filho, Antônius Vinícius, sempre convidava o pai para ir a Medjugorje, com a sua mãe, mas se recusava, com a desculpa de que não queria saber de padres.

Então, neste ano, em outubro de 1985, surgira uma vaga para ir a Medjugorje, com um grupo de pessoas e dona Lourdes chamaria uma amiga; quando, de repente, sem menos esperar, seu esposo lhe disse que desejava ir. Foi quando ela lhe falou que também iria um sacerdote que era chamado de profeta: o padre Jonas Abib. E, como já sabia que ele não gostava de padres, pediu-lhe que ficasse calado e não abrisse a boca, para falar das suas crenças, durante a peregrinação. E ele concordou.

Pessoalmente, confirmou a sua vaga na peregrinação e, neste dia, estava havendo uma reunião de oração com os membros dessa comunidade que organizara a peregrinação, e ele entrou. O coordenador deu um testemunho, na ocasião, sobre uma senhora que rezava pelo marido, espírita. Depois, houve um momento de oração de cura, no qual o srº Rubens participou. Não sabia ele, contudo, que fora o Senhor quem o havia chamado àquela reunião, onde ficou completamente curado de uma gastrite emocional que carregava consigo há anos, exatamente no momento em que se cantava uma canção que pedia para Jesus tocar e curar.

Chegou o dia da peregrinação e todos seguiram, com destino a: Jerusalém, Roma e Medjugorje.
Havia um jovem chamado Dunga, da Comunidade Canção Nova, que anunciou que o padre Jonas Abib atenderia as pessoas, em Confissão, ao chegarem em Medjugorje. Mais dois outros padres também estavam indo com o grupo. No mesmo dia, por volta das 16h, o Pe Jonas atendeu o srº Rubens, que passou mais de duas horas se confessando.

No dia seguinte, houve um encontro com uma vidente de Medjugorje – possivelmente teria sido a Vicka, mas dona Lourdes não se recordara. Terminou às 11h e, quando voltavam à pousada em que estavam, um sacerdote chamado João de Deus, do Maranhão, viu o Sol pulsando e soltando raios. Pediu para que todos olhassem, pois era algo nunca visto, naquele horário, e um sinal para eles.

Este mesmo sacerdote e mais outras pessoas viram Nossa Senhora estendendo os braços sobre eles. Em Suas mãos, havia três contas vermelhas que não sabiam o que significara, naquele instante. No outro dia, saiu uma notícia que três jovens haviam morrido na Guerra da Bósnia, exatamente quando Nossa Senhora apareceu com as contas vermelhas. À época, o país ainda vivia sob o regime comunista e muitos foram mortos, nos campos, próxima à aldeia de Medjugorje...

Quando voltaram ao Brasil, srº Rubens, já convertido, destruiu todo o acervo de livros de espiritismo que possuía. Passou a ir à Santa Missa, diariamente, com a sua esposa, a se confessar com frequência e a viver a fé católica. E, por muitos anos, ambos foram convidados a dar testemunho nos grupos de oração, comunidades, paróquias e nas rádios católicas. Em 20/6/2014, aos 90 anos, ele foi chamado à glória do céu.

Dona Lourdes, ora testemunha ocular desta linda história de conversão e que, por sua solicitação própria, não postei a foto deles neste artigo, disse-me: “O principal é perseverar e não desistir de acreditar em Nossa Senhora!

Denis Cervinskis.
 

 
 

Artigo Visto: 226 - Impresso: 0 - Enviado: 0

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.medjugorjeurgente.com.br