Menu Principal > Artigos



Enviado do Papa denuncia: “Forças malignas estão agindo em Medjugorje".
Postado em 12/07/2018, às 21:17:10
 
Declaração do Mons. Hoser foi feita durante homilia e publicada em jornal italiano.

Monsenhor Henryk Hoser, visitador apostólico em Medjugorje, afirmou que o lugar das aparições marianas está infiltrado pelas “ações demoníacas” das máfias. Esta declaração foi feita durante uma homilia e divulgada pelo Vatican Insider, de 10 de julho de 2018.

“É um lugar de conversões em massa, onde multidões se confessam e os confessores nunca são suficientes. Há também ações demoníacas que estão fazendo de tudo para arruinar o local”, destacou o arcebispo emérito de Varsóvia-Praga. 

Segundo o Monsenhor Hoser, “as máfias já estão se infiltrando” neste local de peregrinação, em especial, a máfia napolitana. Como informa o Vatican Insider, o Monsenhor Hoser pode estar se referindo a uma investigação em curso, em Nápoles, sobre os supostos vínculos entre a Camorra e a gestão das peregrinações.

Esta é a tradução literal do fragmento publicado pelo jornal:

“Vejam como as forças malignas estão se mobilizando para escurecer tudo. Terei que me confrontar com essas forças, em Medjugorje. Lá, onde há conversões em massa, enormes multidões se confessam, onde os confessores nunca são suficientes. Naquele lugar, há também ações demoníacas que estão fazendo de tudo para arruinar o local.

As máfias estão se infiltrando por lá, não só pelo fluxo de peregrinos, mas também por suas vítimas, que têm que pagar para poder estar ali. Máfia, por exemplo, napolitana, que ouvi dizer que está lá. E há outra também. Portanto, como aconteceu em Czestochowa [no Santuário da Virgem Negra], quando estava o Comunismo, junto à principal entrada do Santuário de Jasna Gora, havia uma clínica de aborto. Uma equipe ginecológica que, sobretudo, fazia interrupções de gravidezes. Esta é a realidade, e não devemos ser ingênuos diante dela”.

Depois de ter sido nomeado e enviado especial do Papa a Medjugorje, as competências do arcebispo polonês foram ampliadas no dia 31 de maio passado. Ele foi designado pelo Para para continuar uma missão pastoral em Medjugorje. Não para se pronunciar sobre a veracidade das aparições, mas para assegurar um “acompanhamento estável e contínuo” dos 2,5 milhões de peregrinos que visitam o local, todos os anos.

O Vaticano não se pronunciou oficialmente acerca da sobrenaturalidade dos acontecimentos. A Virgem Maria estaria aparecendo no local deste 24 de junho de 1981. Até o momento, só foram autorizadas peregrinações de cunho pessoal a Medjugorje. 

Fonte: Agência I.Media | Jul 11, 2018

 
 

Artigo Visto: 178 - Impresso: 4 - Enviado: 0

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.medjugorjeurgente.com.br